4 de abril de 2007

A Exposição do Mundo Português-1940

A Exposição do Mundo Português foi a maior exposição realizada em Portugal até à Expo 98, destinando-se a comemorar o Duplo Centenário da Fundação do Estado Português em 1140 e da Restauração da Independência em 1640.


A exposição foi inaugurada em 23 de Junho de 1940 pelo Chefe de Estado Marechal Carmona, acompanhado pelo Presidente do Conselho Oliveira Salazar e pelo Ministro das Obras Públicas Duarte Pacheco.
A Exposição do Mundo Português incluía pavilhões temáticos relacionados com a história, actividades económicas, cultura, regiões e territórios ultramarinos de Portugal. Incluía também um Pavilhão do Brasil, único país estrangeiro convidado.


A Exposição do Mundo Português levou à completa renovação urbana da zona ocidental de Lisboa. A sua praça central deu origem à Praça do Império, uma das maiores da Europa. A maioria das edificações da exposição foi demolida no final, restando apenas algumas como o actual Museu de Arte Popular e o Monumento aos Descobrimentos (reconstrução com base no original de madeira).

Zeca

3 comentários:

Tó Marques disse...

Se é verdade que a Exposição de 1940 permitiu alterar toda a traça urbanística de Belém, importa também dizer que foi, também, o mais importante acontecimento político-cultural do Estado Novo. Estava em jogo a consagração pública de uma legitimidade representativa própria, ideológica e histórica, ao invés de uma legitimidade eleitoral democrática. Toda a encenação associou os traços marcantes do nacionalismo: autoritarismo, elitismo e conservadorismo.

dzp disse...

A moeda apresenta o valor do bilhete para entrar na Exposição.
zeca

Anónimo disse...

obrigado por estas imagens e textos, ficamos todos a saber um mais !

pedro oliveira
vilaforte.blog.com