6 de abril de 2007

1º Jantar do K-304











Caros amigos e amigas!
Por questões profissionais ou outras, o K-304 teve necessidade de criar algo que motivasse encontros mais frequentes entre os seus associados e simpatizantes. De certeza que foram ponderadas diversas actividades, mas a gastronomia acabaria por ser eleita por unanimidade. Surge então o jantar mensal, a ser realizado no primeiro sábado de cada mês, que como podem ver na foto presente, e até prova em contrário, terá nascido a 1 de Janeiro de 1990, (Porra!!!! Já lá vão 17 anos).
Neste jantar como em muitos outros comeu-se, bebeu-se e se bem me lembro alguém abordou literatura Portuguesa, ( sujeito a confirmação). Se formos ao baú das recordações, de certeza que todos teremos uma historia destes jantares para contar. Lembro-me, por exemplo, de estarmos para os lados de Alcabideche e o milagre acontecer: o empregado trouxe apenas uma vez vinho branco e o jantar foi regado, e bem, com vinho tinto. Nessa noite ainda conseguimos que uma fantástica planta fizesse parte do jardim de um associado do K, sem que esta tivesse sido plantada lá (garanto que o Luís de Matos não estava presente).
Para terminar alguém sabe onde ouvimos isto?
“Chor Zé Paulo e Chor Carlão é favor…”

Beijinhos e abraços

Lico (LC)

4 comentários:

dzp disse...

Acho que essa expressão foi proferida em cima de um palco, durante uma festa no Calhandriz. Tinhamos ido jantar ao Alfredo Cozinheiro.
zeca

dzp disse...

A abordagem ao Latim que aqui referes era efectuada por um elemento que "...Eu andei em duas Universidades..." e não pode comparecer neste jantar.
zeca

Luis disse...

Caro Zeca, acho que estás enganado, acho que o tal elemento está presente na foto...
Lico

Sérgio disse...

Pronto,eu confesso...eu fui o Santo milagreiro que transformou vinho branco em tinto...últimamente tenho tentado o mesmo milagre, tentando transformar notas de monopólio em euros verdadeiros mas sem sucesso!!!
Sérgio Cunha